A Milonga Brava apresenta um conceito inovador em Porto Alegre.

A Milonga Brava apresenta um conceito inovador em Porto Alegre.

Milonga Brava em Porto Alegre

Milonga Brava: todo o clima da noite porteña na capital gaúcha

 

A Tche Tango apresenta um novo formato de milonga em Porto Alegre e convida todos os tangueiros para a primeira edição da Milonga Brava, nesta sexta-feira (23/03), às 20h, no bistrô Marzana (Vicente da Fontoura, 1857). Este novo conceito de milonga faz parte de uma ideia mais profunda, que é oferecer um espaço para bailar tango de alto nível em Porto Alegre. Há vários anos a Tche Tango investe na conquista de um ambiente onde seja possível cultivar e contemplar todos os aspectos da cultura urbana do Rio da Prata, dando espaço a várias formas de expressão do tango.

A Milonga Brava apresenta um conceito inovador em Porto Alegre, em um formato totalmente vinculado às mais concorridas milongas porteñas, com uma das melhores pistas da cidade e um clima completamente tangueiro. Os DJs Laura del Huerto e Daniel Oviedo vão dividir a mesa de som, revezando-se em uma sonorização digna dos melhores bailes de Buenos Aires. A presença ao vivo dos DJs, e não o simples uso de playlist, confere à milonga uma personalidade única em cada encontro. A Milonga Brava também terá um grande cuidado com a pista de dança, lugar sagrado para todo tangueiro, que receberá atenção especial dos organizadores, além de ambiente climatizado e um toque todo especial na iluminação.

“Queremos realizar algo maior que algumas aulas de tango em Porto Alegre. Queremos ajudar a formar uma comunidade tangueira de altíssima qualidade, reconhecida em todo o Brasil”, afirma Daniel Oviedo. O professor convoca todos os tangueiros da cidade para participarem desta nova proposta, para que seja possível continuar evoluindo cada vez mais na qualidade do baile, com amor e respeito pela cultura tanguera. “Estou com muita expectativa pelo projeto da Milonga Brava em Porto Alegre. Queremos que as pessoas que amam o tango participem desta nova ideia, pois a melhor forma de defender o tango e o que ele realmente representa é participando.”

Um grande aliado neste novo projeto será o bistrô Marzana e o apoio incondicional de seus proprietários, Valeria Alias e Evandro Vale, parceiros da Tche Tango desde 2014, sempre dispostos a acolher os tangueiros e a incentivar as iniciativas da escola com todo amor e hospitalidade. “Este lugar tão especial sempre será querido pelos amantes da dança por ter aberto espaço para o baile e por acreditar nessa ideia. Os funcionários são cordiais e dedicados, e a hospitalidade do lugar faz com que exista sempre um clima especial em todos os nossos eventos”, explica a professora Mariana Casagrande. A Milonga Brava terá duração das 20h até a meia-noite, mas o tango não tem hora para acabar: a ideia é esticar a noite no bar El Farol, clássico ponto de encontro tangueiro que fica ali pertinho.

Quatro anos investindo na cultura tanguera

Em 2014, primeiro ano da Tche Tango em Porto Alegre, aconteceu o projeto das “Quintas de boemia”, iniciativa totalmente gratuita que contou com a colaboração de vários músicos e intérpretes e se propôs a oferecer um ambiente de música diferenciada e difusão da cultura argentina. A proposta foi acompanhada por aulas gratuitas de tango para incentivar a chegada de novos adeptos da arte do 2×4.

 

A Tche Tango também realizou, junto com artistas uruguaios, argentinos e brasileiros que vivem na cidade, noites especiais com Cena Show, no melhor estilo dos espetáculos de tango existentes em Buenos Aires, além de uma Milonga de Gala, como os grandes bailes especiais que acontecem em solo porteño e nos principais centros tangueiros do mundo, com apresentação musical e coreográfica de artistas e alunos. No Clube do Comércio, ofereceu cursos e práticas assistidas com professores convidados, sempre buscando investir no intercâmbio com qualificados bailarinos reconhecidos internacionalmente.

 

Em 2017, no bistrô Marzana, foi a vez das Pratilongas da Tche Tango, onde um ingresso acessível permitia praticar e treinar o que havia sido aprendido nas aulas, utilizando outros ritmos como cortinas entre as tandas de tango, para contemplar bailarinos de várias formações. Também se passou a contar com uma DJ especializada em música porteña: Laura del Huerto teve grande sucesso na sonorização e em difundir conhecimento musical sobre os temas dançados nas pistas tangueras do mundo, com muita informação sobre ritmos, orquestras e estilos.

Este slideshow necessita de JavaScript.

 

As práticas e as milongas são lugares mais sagrados para o tangueiro. É onde se põe em prática o que se aprendeu nas aulas, mas especialmente ali é possível encontrar-se com os amigos e cultivar uma cultura tão especial. Por isso a Tche Tango tem especial cuidado com os espaços de baile, pois sabe como eles têm valor para os amantes do tango.

 

O lançamento da Milonga Brava é uma evolução neste projeto de difusão do tango e da cultura urbana de Buenos Aires que a Tche Tango desenvolve há quatro anos. A capital gaúcha vai bailar como nunca bailou. Venha se divertir com a gente, dançar uns tangazos e fazer o tango de Porto Alegre cada vez melhor e mais forte.

 

MILONGA BRAVA

Nesta sexta, 23 de março, às 20h
Serão duas milongas programadas por mês, na segunda e na última sexta-feira.

Local: Bistrô Marzana (Vicente da Fontoura, 1857)

Valor: R$ 25,00             R$ 15 (alunos Tche Tango)

 

Horário: 20:00 Hs às 24 Hs.

 

Clique aqui é conheça nosso espaço.

2018-03-21T21:51:01+00:0021 de março de 2018|